Abaixo a ferrugem!

Para discussào de temas relacionados a técnicas e produtos para acabamento de madeiras
Avatar do usuário
paulobro
Mensagens: 3427
Registrado em: 13 Jun 2011 05:27
Localização: Porto Alegre / RS
Contato:

Re: Abaixo a ferrugem!

Mensagempor paulobro » 06 Ago 2016 16:16

A finalidade dos primeiros testes, aqueles descritos no blog, era determinar se a cera protegia alguma coisa que valesse a pena, e qual formulacao e metodo de aplicacao ofereceriam a melhor protecao para aqueles testes. Acredito que as tres demaos representam garantir um menor numero de areas onde a cera nao se fixou — melhor cobertura e portanto maior protecao — e nada a ver com espessura da camada aplicada, porque se espessura fosse o que valesse, as formulacoes mais pastosas que depositam camada mais espessa dariam melhor resultados, e isso nao ocorreu.

Esses testes com os tampos abertos visam exatamente tentar esclarecer qual sera o melhor metodo quanto a como e com que frequencia reaplicar a cera. A intencao sera, durante o periodo de testes, usar muito pouco, talvez nada, a desempenadeira (nenhum projeto engatilhado que possa necessitar indispensavelmente seu uso) e utilizar a serra de bancada talvez imitando regimes de uso. E tirar a temperatura. Mas para ter qualquer confiabilidade sera processo prolongado, mesmo se para os primeiros resultados.

Os dados obtidos com os tampos talvez possibilitem extrapolacoes para ferramentas menores — que por enquanto estao protegidas, e muito bem protegidas, ou com o 'velho' sistema de oleo, ou com a RW.
Avatar do usuário
paulobro
Mensagens: 3427
Registrado em: 13 Jun 2011 05:27
Localização: Porto Alegre / RS
Contato:

Re: Abaixo a ferrugem!

Mensagempor paulobro » 07 Ago 2016 08:07

Branco Leone escreveu:(...) proteção de tampos metálicos (...) desanimei ao ler sobre a necessidade de uma nova "demão" a cada 7-10 dias. (...) Precisa MESMO de tudo isso, Paulo? Não pode ser de seis em seis meses?

Postamos quase simultaneamente; nao tinha visto tua indagacao, tche Branco...

Como disse, a coisa com a microcera nacional esta em testes, a ideia do reforco e seu prazo uma hipotese experimental derivada da analise dos testes ja realizados.

Se no entanto quiseres jogar pelo seguro e adotar prazos bem dilatados, varios meses entre eventuais reforcos, o negocio e' conseguir e aplicar a RW. Inequivocamente, nao apenas o que ja fiz de testes, mas inumeros depoimentos na Rede atestam sua eficiencia superior.
Avatar do usuário
Branco Leone
Mensagens: 1384
Registrado em: 23 Dez 2015 18:17
Localização: Duas Cidades - SP
Contato:

Re: Abaixo a ferrugem!

Mensagempor Branco Leone » 07 Ago 2016 19:32

paulobro escreveu:Postamos quase simultaneamente; nao tinha visto tua indagacao, tche Branco...
Na boa.



paulobro escreveu:Como disse, a coisa com a microcera nacional esta em testes, a ideia do reforco e seu prazo uma hipotese experimental derivada da analise dos testes ja realizados.
Eu pensaria numa reaplicação (da sua cera ou de qualquer outra) quando a superfície protegida desse mostras de que não está mais tão protegida, isto é, quando aparecessem pontos de ferrugem.
Já vi relatos de aplicação de cera de carnaúba pura (abordando inclusive a já notória dificuldade de remoção do seu excesso), mas não se mencionou necessidade de nova demão, o que, por si só, não me anima a fazer uso dessa cera, mas indica uma possibilidade.
Considerando as condições "inóspitas" de sua oficina, aberta e numa região de grandes variações de temperatura e umidade, se não fossem feitas reaplicações, você poderia avaliar a real eficácia e durabilidade da sua cera (a custo de alguns pontos de ferrugem, é verdade).



paulobro escreveu:Se no entanto quiseres jogar pelo seguro e adotar prazos bem dilatados (...) o negocio e' conseguir e aplicar a RW.
Nada contra, mas preferiria prestigiar o produto nacional. :grin:
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Avatar do usuário
paulobro
Mensagens: 3427
Registrado em: 13 Jun 2011 05:27
Localização: Porto Alegre / RS
Contato:

Re: Abaixo a ferrugem!

Mensagempor paulobro » 07 Ago 2016 20:50

Os testes estao sendo efetuados em tres tampos de maquinas totalmente expostos, Branco: 1) a lixadeira oscilante, que ficara como padrao intocado, sem qualquer uso alem de remocao (semanal?) do po eventualmente acumulado na superficie; 2) a desempenadeira, em que vou simular um uso leve, passando par de taboas por dia com ela desligada ja que nao prevejo va precisar dela de fato, e apoiando as maos limpas e sujas na lide, limpeza diaria no final do 'expediente', todo o normal do dia-a-dia; 3) a serra de bancada, que vai certamente ser usada e que adicionalmente tambem recebera alguns padroes de simulacao, manuseio, etc.

A medida inicial para prazo de reaplicacao de cera sera evidentemente balizada pelo surgimento de pontos de oxidacao. E ahi, a) reaplicar a cera direto, com limpeza simples, sem abrasivos e, b) com remocao total da oxidacao, com abrasivos.

Esse essencialmente e' o projeto incial dos testes. As condicoes severas do clima na 'oficina' ajudarao, imagino, a encurtar prazos comparativamente a climas mais amenos, ambientes fechados, mais abrigados.

A ideia e' obter dados que permitam oferecer recomendacoes confiaveis quanto a prazos minimos para reaplicacao da cera antes de surgir qualquer oxidacao. Quanto extrapolar — por conforto, por melhores condicoes ambientais, etc. — esse prazo minimo sera evidentemente algo a ser determinado caso a caso por quem quer va usar a microcera.
Avatar do usuário
Branco Leone
Mensagens: 1384
Registrado em: 23 Dez 2015 18:17
Localização: Duas Cidades - SP
Contato:

Re: Abaixo a ferrugem!

Mensagempor Branco Leone » 08 Ago 2016 07:46

paulobro escreveu:Os testes estao sendo efetuados em tres tampos de maquinas totalmente expostos...
(...)
A medida inicial para prazo de reaplicacao de cera sera evidentemente balizada pelo surgimento de pontos de oxidacao.
(...)
A ideia e' obter dados que permitam oferecer recomendacoes confiaveis quanto a prazos minimos para reaplicacao da cera antes de surgir qualquer oxidacao. Quanto extrapolar — por conforto, por melhores condicoes ambientais, etc. — esse prazo minimo sera evidentemente algo a ser determinado caso a caso por quem quer va usar a microcera.

Importante alguém fazer esses testes, é verdade. Mas pelo comportamento da cera nos testes anteriores, arrisco um chute (esporte nacional irrefreável) de que não serão necessárias tantas manutenções quanto as previstas. A menos que sua oficina seja em baixo d'água (salgada).

Baseio o chute no comportamento do tampo da minha serra, que chegou à oficina miseravelmente danificado pela oxidação. Removi o que consegui na lixadeira (valente, a menina), levando a grana da lixa do 60 ao 500, e depois, apesar das boas intenções, nunca mais fiz qualquer coisa para protegê-lo (aliás, bem ao contrário).


Antes:

Imagem

Imagem


Depois:

Imagem


Muita água já passou por debaixo da ponte (e pelas frestas do telhado, sem falar de minhas próprias "colaborações"), e hoje a serra não está mais nesse bom estado. Mas não fossem esses acidentes de percurso e tivesse ela uma proteção qualquer, mínima que fosse, estaria quase como antes.
O que, pra mim, é bastante.

Imagino-a com uma (e uma só) camada anual de Portinho Wax by PauloBro.
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Avatar do usuário
Adenilson
Mensagens: 1610
Registrado em: 27 Mai 2012 17:26
Localização: Tanabi - SP
Contato:

Re: Abaixo a ferrugem!

Mensagempor Adenilson » 08 Ago 2016 08:04

Banco, isto é um hospital????
Viver! E não ter a vergonha De ser feliz
Cantar e cantar e cantar A beleza de ser Um eterno aprendiz...
---------------------------------------------------

http://www.discipulodocarpinteiro.blogspot.com.br
Avatar do usuário
Branco Leone
Mensagens: 1384
Registrado em: 23 Dez 2015 18:17
Localização: Duas Cidades - SP
Contato:

Re: Abaixo a ferrugem!

Mensagempor Branco Leone » 08 Ago 2016 08:23

Adenilson escreveu:...isto é um hospital????
:laughing-rolling:
Você precisa ver como essa sala está hoje. Tem partes que não dá pra ver o piso.
Essas fotos foram tiradas pouco depois da minha chegada na oficina. Só comecei a levar a tralha de verdade pra lá quando terminei a reforma da serra.
Hoje mais parece um matadouro (que tem semelhanças com alguns hospitais, é verdade). :lol:
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Avatar do usuário
paulobro
Mensagens: 3427
Registrado em: 13 Jun 2011 05:27
Localização: Porto Alegre / RS
Contato:

Re: Abaixo a ferrugem!

Mensagempor paulobro » 08 Ago 2016 08:53

A formula e preparo da microcera sao simples, Branco: 3 partes de parafina microcristalina para uma parte de carnauba, solvente (querosene, aguarraz, terebintina, limoleno, etc.) para deixar o produto final com consistencia um pouco mais dura do que pastosa (aproximadamente 3 - 3,5 partes). Evitando chama aberta, derreter as ceras em banho maria, adicionar uma pitadinhazinha de bicarbonato, misturar e adicionar o solvente tambem aquecido no banho maria. Misturar bem, deixar esfriar e emulsificar por 12-24h e esta pronta a microcera.

As ceras puras estao disponiveis por exemplo na GM Ceras (http://gmceras1.tagloja.com.br).

Quem quiser testar, por favor divulgue os resultados que obtenha: quanto mais informacoes, melhor.
Avatar do usuário
paulobro
Mensagens: 3427
Registrado em: 13 Jun 2011 05:27
Localização: Porto Alegre / RS
Contato:

Re: Abaixo a ferrugem!

Mensagempor paulobro » 08 Ago 2016 10:47

Se da para usar a microcera em madeiras?

SE DA PARA USAR A MICROCERA EM MADEIRAS?

_DSC3176A.jpg
Naco de cedro, a ponta lixada a 220G, microcera aplicada, escovada em 20min e 1h depois polida com bone na furadeira manual
_DSC3176A.jpg (443.49 KiB) Exibido 1104 vezes

Me digam voces... :-P
Avatar do usuário
cosme
Mensagens: 885
Registrado em: 05 Jan 2015 23:47
Localização: Petrópolis [RJ]
Contato:

Re: Abaixo a ferrugem!

Mensagempor cosme » 08 Ago 2016 12:22

Branco Leone escreveu:Já vi relatos de aplicação de cera de carnaúba pura (abordando inclusive a já notória dificuldade de remoção do seu excesso), mas não se mencionou necessidade de nova demão, o que, por si só, não me anima a fazer uso dessa cera, mas indica uma possibilidade.

Os meus resultados com Carnaúba foram desanimadores. A proteção não aguentava um dia de trabalho intenso no verão.

Paulo escreveu:Me digam voces...

Ué, parece bom né :lol:
O "branco" que vejo parece ser reflexo :?
http://ricardocosme.com

"If you're going to do it, do it well."
-- Frank Klausz

Voltar para “Acabamentos”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante