Bancada do Cosme

Para mostrar, discutir, imaginar, tudo sobre bancadas de trabalho em marcenaria
Avatar do usuário
Adenilson
Mensagens: 1594
Registrado em: 27 Mai 2012 17:26
Localização: Tanabi - SP
Contato:

Re: Bancada do Cosme

Mensagempor Adenilson » 13 Jan 2015 10:35

Cosme também me agrada mais a ideia dos valetes que levam uma pancada para serem fixados... apesar de nunca ter usado os de fuso acho que são menos práticos...
O problema é que nao existe no Brasil pra compra-los e imagino que importá-los da matriz vai ficar caro por causa do peso. O único que eu tenho é um que achei no Ferro velho, mas o diâmetro passa de 1" .
O ideal seria achar alguem que trabalha com forja para fazer uns para nós... kkkkk

Não é Guido???? he he he
Viver! E não ter a vergonha De ser feliz
Cantar e cantar e cantar A beleza de ser Um eterno aprendiz...
---------------------------------------------------

http://www.discipulodocarpinteiro.blogspot.com.br
Avatar do usuário
Adenilson
Mensagens: 1594
Registrado em: 27 Mai 2012 17:26
Localização: Tanabi - SP
Contato:

Re: Bancada do Cosme

Mensagempor Adenilson » 13 Jan 2015 10:42

em tempo....

Obrigado pela resposta PauloBro... entendi perfeitamente a mensagem da morsa como supérfulo...

olha o valete que achei no ferro velho

Imagem

Imagem

Imagem

estou amadurecendo a ideia de fazer uma nova bancada (adoro bancadas... kkkkk) e colhendo todas as possíveis informações sobre a arte...
Viver! E não ter a vergonha De ser feliz
Cantar e cantar e cantar A beleza de ser Um eterno aprendiz...
---------------------------------------------------

http://www.discipulodocarpinteiro.blogspot.com.br
Avatar do usuário
paulobro
Mensagens: 3384
Registrado em: 13 Jun 2011 05:27
Localização: Porto Alegre / RS
Contato:

Re: Bancada do Cosme

Mensagempor paulobro » 13 Jan 2015 11:23

Se o comentario que deixaste foi no blog, Cosme, algo deu errado pois por la nao consta. E, repares, nao estou sugerindo nada mas apenas apresentando minha limitada experiencia e pretendendo mostrar opcoes.

Eu tambem acho um holdfast classico mais pratico do que os da Veritas. A melhor combinacao qualidade/custo que encontrei foi na Tools for Working Wood (https://www.toolsforworkingwood.com/sto ... OLDFAST.XX). O problema e' que o frete custa mais do que as ferramentas. Como ja tenho os que tenho, hehe, ando procurando alguem com uma forja que se disponha a me fazer um par dos classicos — mas ta dificil. :roll:

O pessoal em regra cria furos no tampo das bancadas seguindo uma predisposicao baseada em estetica, posicionamento de tail vise, etc. Eu fui abrindo furos no meu tampo como quem compra ferramentas: conforme a necessidade, posicionando conforme demanda do uso e pensando em usos futuros. Ate hoje nao nao cheguei a uma duzia, descontados os nas laterais... Uso essa broca, 3/4":
http://www.irwin.com.br/tools/brocas-pa ... brocas-max

Imagem

Eu tenho as caixas e machos da Woodcraft para fazer fusos. Nao recomendo. Utilizei para fazer minha primeira morsa de dois parafusos e com uns meses de uso a rosca comecou a 'escapar' na hora do aperto. O que resolveu mesmo foi, via Lee Valley, o Big Threader da Beall Tool Company (http://www.bealltool.com/products/threa ... reader.php).
Avatar do usuário
paulobro
Mensagens: 3384
Registrado em: 13 Jun 2011 05:27
Localização: Porto Alegre / RS
Contato:

Re: Bancada do Cosme

Mensagempor paulobro » 13 Jan 2015 11:35

Ja tinha visto o teu valete, e inclusive comentado sobre teu inigualavel faro em ferro-velho, meu caro Adenilson. :)

Quaisquer duvidas, opinioes, evidencias que tenhas sobre bancadas (ou sobre qualquer coisa a ver com madeira, hehe), bota na roda, tche, para a gente trocar ideias, informacoes, experiencias e possivelmente nos aproximar de um ou varios denominadores, que seja(m) o melhor para cada um.
Avatar do usuário
cosme
Mensagens: 847
Registrado em: 05 Jan 2015 23:47
Localização: Petrópolis [RJ]
Contato:

Re: Bancada do Cosme

Mensagempor cosme » 14 Jan 2015 00:18

Bacana Darta, a ideia é compartilhar e discutir.

Caramba Adenilson, um pouco mais que 1" :shock:
É uma belezura! Fiz uma pesquisa rápida para tentar obter o peso do Holdfast da Gramercy mas não obtive sucesso.
Seria interessante ter as dimensões e o peso em mãos para saber se não seria possível trazer via Air Mail Economy com um custo aceitável.

Paulo, uma pena com relação ao comentário que foi um tanto extenso, mas em suma: tenho utilizado uma solução na mesma linha que você, porém com menos pontos de fixação e sem a eficiência/eficácia dos valetes. Estou convencido de que preciso de algo mais eficiente dado o uso que faço com as plainas. No que tange uma solução sem morsa tenho a impressão que três pontos podem me trazer uma evolução:
1) Uso de valetes ao invés de grampos considerando-se que:
1.1.) Estes valetes poderiam/deveriam ser utilizados em pontos estratégicos do tampo. (Até então uso uma folha de compensado de 18mm sem qualquer furação)
1.2.) Uso lateral dos valetes.
2) Uso do encaixe em V para evitar movimento laterais, e, travar a peça na traseira, fazendo o papel da morsa tipo 'tail'.
3) Se tenho rapidez com os valetes pelo fato de como a peça funciona, e, por haver furos no topo e nas laterais a disposição, poderei ao meu ver usar mais pontos de apoio sem comprometer o tempo de configurar tudo.

Eu só tenho a agradecer pelas colocações. De grande valia e pelo visto já está me rendendo frutos.
Cheguei a passar os olhos no item da Gramercy, que bom que você gostou. Pesquisei um pouco por aqui e parece que não há muita polêmica com relação a qualidade destes valetes.
Está na lista para eu averiguar com mais calma.
Ah, sim, imagino que fique caro mas.... procurar alguém para fazer algo sob demanda em metal... hmmm...bom isto me lembrar os meus recentes grampos tubulares da Bessey, hum, não obrigado, acho que antes tentarei ao menos dois pares da Matriz, próximo 'bullet', por favor :grin:

Legal! Li no passado que esta broca faz um furo de qualidade sem necessidade de uma furadeira de bancada, bom saber que vale à pena!
Com relação a posição dos furos a sua abordagem me parece bem interessante. Se a bancada tiver de fato uma morsa tail acredito que vou abrir os furos do projeto porém circulares.
Acho bem difícil não ter furos no restante do tampo para os valetes.

Deixei para o final o que mais me intriga: Tom Fidgen usou o kit da Woodcraft para 1 1/2" para fazer os seus fusos. Disse que sabe da dificuldade que alguns passam mas atribui boa parte dos problemas a qualidade da "cavilha"(!? algum nome melhor para uma seção circular com 1 1/2 ?) O cara usa morsa dele pesadamente, constatei em vídeo o uso com um pedaço de uma prancha de Hard Maple que estava abrindo. Pô, a bancada dele balançava... Porém todavia entretanto, estou entendendo que você teve sucesso, mas, depois de alguns meses o macho e/ou fêmea perderam a qualidade. Isso é bem preocupante :doh:

Creio que você tentou novamente antes de investir mais doletas no kit para tupia, e neste sentido pergunto:
Você acredita que o kit da Woodcraft não é capaz de reproduzir um resultado satisfatório para se fazer os fusos para morsa?

Outras perguntas que me fiz:
1) Você tinha seções bem redondas?
2) A madeira tinha um veio regular?
3) O sulco produzido pelo kit da Woodcraft não é lá muito razoável em termos de profundidade?
4) Será que a escolha da espécie da madeira não foi muito feliz?

Creio que se você não verificou todos os itens acima, deve ter verificado boa parte, mas enfim, sinto-me em uma sinuca agora pois não me agrada a ideia de um kit para se usar com uma tupia, por outro lado vejo um outro kit manual que é muito polêmico na comunidade :think:

[]s
Cosme
http://ricardocosme.com

"If you're going to do it, do it well."
-- Frank Klausz
Avatar do usuário
paulobro
Mensagens: 3384
Registrado em: 13 Jun 2011 05:27
Localização: Porto Alegre / RS
Contato:

Re: Bancada do Cosme

Mensagempor paulobro » 14 Jan 2015 05:15

Eu adquiri um jogo de kits para cortar fusos da Woodcraft muito tempo atras, e pouco tinha usado mais do que para testes, quando resolvi fazer minha primeira morsa de dois parafusos...

Conforme a literatura, a madeira supostamente considerada ideal para fusos de madeira deve ter veios o mais retilineos possivel, longitudinais ao eixo do fuso, ser rija, mas nao excessivamente rigida (para nao lascar facilmente), e preferivelmente ter algum teor de oleo intrinsico para facilitar a 'lubrificacao'. Tradicionalmente a recomendacao e' a nogueira velha, bem seca — o que obviamente demonstra essas consideracoes se originam no hemisferio norte. No meridiao, baseado na real disponibilidade de essencias e em praticidade operacional, especialmente densidade e portanto o peso, eu optei por utilizar cedro-gaucho para fazer meus fusos e, alias, a morsa toda.

O fuso e a 'porca' que os kits da Woodcraft cortam tem uma rosca estreita, praticamente triangular na seccao, nao muito funda e com angulos nao muito ingrimes no fio (calculo que ao redor de 45-50°; nunca medi com exatidao). Resulta que funcionam bem, com fluidez. Mas quando aplicados em morsas, onde obviamente sao submetidos a consideravel pressao e descompressao, repetidamente, os fios acabam cedendo e o aperto em tempo 'escapa'. Acompanhando relatos em varios foruns la de fora (USA, UK e Australia, essencialmente), e lendo comentarios da experiencia de meia duzia de instrutores que deram aulas de construcao de morsas, constatei o problema nao era so comigo. O jig da Beall corta roscas com seccao trapezoidal com fios a 60°, bem mais fundos. Necessitam ajuste (por tentativa e erro) para nao ficarem muito folgados ou muito apertados e, na configuracao ideal, demandam lubrificacao para fluir adequadamente, na minha experiencia.

Os tarugos, ou cavilhas, eu cortei no torno, perfeitamente cilindricos portanto, e com precisao submilimetrica, procurando selecionar segmentos de cedro com veios o mais regulares e longitudinais possivel.

Outra madeira que se prestou bem para cortar fusos foi o eucalipto, mas e' preciso lembrar que quando se compra eucalipto ele vem ainda extremamente verde, cheio d'agua. E' indispensavel deixar secar bem (a recomendacao e' um ano por polegada de espessura) antes de utilizar, ou vai entortar quase com certeza. Cedrinho, pinho e pinus nao se prestam: demasiado macias, deformam logo. Itauba e' dura demais, nunca consegui cortar um fuso que nao lascasse logo, logo, ja no cortar. Louro-gaucho, nunca encontrei um segmento de cerne com veios suficientemente regulares para experimentar. Uma essencia que provavelmente tambem se preste bem e' roxinho, mas a verdade e' que nunca testei. Imbuia seria o mais proximo talvez da nogueira, mas veios retos em imbuia? Depois, e' dificil de achar...

Nao ha de ser por nada que, la nA Matriz, os Grandes Irmaos pagam centenas de dolares por fusos e porcas de madeira ja prontos e casados, hehe.

Em tempo: a proposito das brocas Max da Irwin elas realmente funcionam bem e dispensam furadeira de bancada. Mas exigem baixa rotacao e alto torque para nao virar um problema. Minha furadeira leve nao deu conta. O melhor e' usar, ou uma furadeira eletrica porrada, como minha Bosch GSB 20-2 RE, ou um arco de pua pesado.
Avatar do usuário
cosme
Mensagens: 847
Registrado em: 05 Jan 2015 23:47
Localização: Petrópolis [RJ]
Contato:

Re: Bancada do Cosme

Mensagempor cosme » 14 Jan 2015 15:31

Perfeito Paulo, eu lhe agradeço muito pelos detalhes.
Parece que não há no mercado um kit de qualidade por um preço razoável.
O fabricante alemão com o seu kit de 1 1/2" por meros 510 euros certamente não cabe no meu bolso:
http://www.fine-tools.com/gewind.htm#ziel301855

Os kits chineses vendidos pela Woodcraft pelo visto funcionam, mas além de uma certa falta de compromisso com a qualidade do fuso ainda parece haver um problema com a qualidade da lâmina. Segundo C. Schwarz, possivelmente a ponta da peça é dura o suficiente, mas após algumas afiações atinge-se uma parte tão macia a ponto de perder o fio após um fuso. Há um vídeo interessante com algumas dicas para este kit:
http://www.popularwoodworking.com/workb ... eading-set

Nota-se que é um material de 2010. Em 2012 C. Schwarz levou uma surra do kit durante uma aula com os alunos, e parece que naquele momento descobriu a baixa durabilidade do kit exceto o macho. Em 2014 o mestre parece sem paciência... Com a demanda contínua por morsas do tipo Moxon abriu a carteira e resolveu saborear o kit alemão, a história continua. Mas o Sr. Schwarz *tem* que fabricar centenas de morsas devido a sua profissão, eu ficaria contente com talvez uma dezena, não, impossível rasgar a minha carteira apesar de não ter de contribuir com ~19% de IVA.

O próprio admite a eficácia do kit para tupia, mas como eu, não me parece motivado apesar de o ter utilizado em uma ocasião na presença dos alunos.

R. Underhill obteve um macho da Beall Tool e fez a sua própria caixa:
http://www.thirteen.org/programs/the-wo ... n-threads/
Parece-me uma diversão para quem tem as devidas ferramentas, não me parece útil no momento.

Fico fascinado com a autonomia dos fusos em madeira, soma-se uma possível economia para nós devido a "dificuldade" com o transporte de fusos em metal.

Entre mortos e feridos não sei para onde vou :think:

[]s
Cosme
http://ricardocosme.com

"If you're going to do it, do it well."
-- Frank Klausz
Avatar do usuário
Lauro
Mensagens: 3410
Registrado em: 22 Jun 2011 19:19
Localização: São Paulo-SP

Re: Bancada do Cosme

Mensagempor Lauro » 14 Jan 2015 15:49

Seu trabalho na bancada está um espetáculo Cosme, e as postagens aqui de alto nível :grin: . Acompanhando. Abraços!
Lauro.
Avatar do usuário
paulobro
Mensagens: 3384
Registrado em: 13 Jun 2011 05:27
Localização: Porto Alegre / RS
Contato:

Re: Bancada do Cosme

Mensagempor paulobro » 15 Jan 2015 09:45

Para teres uma ideia da diferenca, Cosme, dois fusos. Um, em cedro-gaucho, cortado com a caixa da Woodcraft, o outro, em eucalipto vermelho, com o kit da Beall:

fusos.jpg
fusos.jpg (348.79 KiB) Exibido 647 vezes

Claro, ha que se levar em consideracao ainda, independente do metodo utilizado para cortar a rosca, e' preciso ter o tarugo torneado na dimensao correta, o que usualmente implica em um torno, eletrico ou manual (ou melhor, pedal, hehe).

Por essas e por outras, tanto quanto eu possa ter lido/ouvido, no Primeiro Mundo aparentemente a opcao mais utilizada para construir morsas vem sendo o hardware que a Benchcrafted (http://benchcrafted.com/) disponibiliza.
Avatar do usuário
fguido
Mensagens: 3644
Registrado em: 12 Jun 2011 19:56
Localização: Rio das Ostras - Rio de Janeiro
Contato:

Re: Bancada do Cosme

Mensagempor fguido » 15 Jan 2015 12:48

Adenilson está nos meus projetos uma hora dessas eu colocar a forja para rufar e fazer uns valetes, o que creio ser bastante simples, o problema é apenas o famigerado tempo.
Nada no mundo é mais perigoso que a ignorância sincera e a estupidez consciente
Martin Luther King Jr
Quer outra frase legal? - "... uma das coisas mais perigosas do mundo é um ignorante com inciativa....Mário Sérgio Cortella

Voltar para “Bancadas”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante