Bancada do Cosme

Para mostrar, discutir, imaginar, tudo sobre bancadas de trabalho em marcenaria
Avatar do usuário
Verowilson
Mensagens: 47
Registrado em: 19 Mai 2014 21:49
Localização: Itapiratins - TO
Contato:

Re: Bancada do Cosme

Mensagempor Verowilson » 16 Jun 2015 19:51

Lindo trabalho, parabens pela bancada. Acompanhei o papo desde o início e só tenho uma colocação pessoal a fazer, eu não abro mão da morsa vertical pq aprendi trabalhar com isso na infância (aos 12 anos já trabalhava com meu pai e juro que não sou revoltado com ele...rs), tanto que comecei fazer minha banca e logo coloquei a morsa, estou trabalhando com ela antes de aprontar o tampo.
Mais uma vez, lindíssimo trabalho.
Avatar do usuário
cosme
Mensagens: 885
Registrado em: 05 Jan 2015 23:47
Localização: Petrópolis [RJ]
Contato:

Re: Bancada do Cosme

Mensagempor cosme » 03 Nov 2015 18:44

Oi pessoal,

Paulo, eu lembro de olhar com calma os trabalhos. Tenho a lembrança de um trabalho com esmero e preços salgados. Por aqui ainda não produzi um shooting board dos sonhos, vou ficando com o protótipo que tenho e o método que já demonstrei em posts anteriores em que uso a bancada como apoio.

Obrigado Sérgio, eu entendo a sua colocação, mas acredite: cuidado resolve boa parte dos possíveis danos.

Obrigado Verowilson, no seu caso há um apego sentimental e histórico com o estilo da morsa, bacana. Por aqui sigo usando a morsa de Moxon, valetes, o Batten e agora os dogs: feliz da vida. Não, não sei ainda se de fato não instalarei nenhuma morsa, pelo contrário, depois da manete que o Netuno fez e a morsa adquirida, há uma motivação a mais em ao menos instalar uma das duas morsas. Isso sem contar que a minha base tem um espaço reservado para a morsa lateral. Vamos ver.

Segue uma atualização:
Estive completamente distante do espaço da marcenaria por uns 3 meses.
A construção da minha casa começou e o tempo está escasso. Não vejo a hora de mover a minha marcenaria para a futura casa.
Neste feriado pude rever as minhas ferramentas e tocar algumas demandas pequenas.

Fiz uma fileira de furos de 3/4 para atender as necessidades do momento, a idéia a princípio é estender a fileira mais para o topo e o final da bancada, mas vou avaliar o uso primeiro.
Imagem

Furo dedicado ao Valete(Holdfast). Somente com este valete, a fileira de furos da borda e o Batten(não sei o nome disto em Português :oops: ), consigo plainar uma gama enorme de peças em termos de dimensões.
Imagem

Dog da Veritas inserido em um furo da fileira da borda.
P.S.: Não planei após os furos, portanto há algumas pequenas rebarbas nos furos.
Imagem

O dog tem uma mola que mantêm o mesmo na posição que você o deixa. Abaixo eu levanto o dog o suficiente para plainar uma peça de pouca espessura.
Imagem

Dog da Veritas.
Imagem

Prendi a peça abaixo para demonstrar um uso.
Imagem

Para fazer os furos de 3/4 em 90 graus com um margem de erro aceitável, eu utilizei uma dica do The English Woodworker (http://www.theenglishwoodworker.com/dri ... are-video/)
Um bloco de madeira, dura de preferência, com um corte em 90 graus em que se apoia a broca no vértice do gabarito.
Imagem

[]s
Cosme
http://ricardocosme.com

"If you're going to do it, do it well."
-- Frank Klausz
Avatar do usuário
Pedro Fritsch
Mensagens: 555
Registrado em: 06 Abr 2015 12:50
Localização: Caçador-SC

Re: Bancada do Cosme

Mensagempor Pedro Fritsch » 03 Nov 2015 20:15

Se eu tenho uma bancada dessas, não uso, é muito bonita!
Avatar do usuário
cosme
Mensagens: 885
Registrado em: 05 Jan 2015 23:47
Localização: Petrópolis [RJ]
Contato:

Re: Bancada do Cosme

Mensagempor cosme » 04 Nov 2015 11:33

Obrigado Pedro, por acaso neste feriado eu fiquei refletindo um pouco sobre o quão é importante se ter uma bancada apropriada.
Antes desta bancada lembro que algumas coisas nada agradáveis eram bem recorrentes:
1) Dores nas costas;
2) Tampo que não era firme e retilíneo o suficiente para plainar as peças;
3) Dificuldade em prender peças para serrar as junções. Era bem demorado e havia muita vibração. Graças a morsa de Moxon isso ficou no passado;
4) Demorava muito tempo para prender de forma razoável uma peça para plainar.

E por ai vai...

Sem contar que olhar essa bancada todas as vezes que entro no espaço já dá aquele ânimo para se começar os trabalhos :grin:

[]s
Cosme
http://ricardocosme.com

"If you're going to do it, do it well."
-- Frank Klausz
Avatar do usuário
Pedro Fritsch
Mensagens: 555
Registrado em: 06 Abr 2015 12:50
Localização: Caçador-SC

Re: Bancada do Cosme

Mensagempor Pedro Fritsch » 04 Nov 2015 16:34

É isso aí Cosme, nada melhor que equipamentos apropriados
pra trabalhar.
A minha bancada tem mais de 60 anos, feita de angico (por meu pai),
aguenta o tranco.
Avatar do usuário
Adenilson
Mensagens: 1615
Registrado em: 27 Mai 2012 17:26
Localização: Tanabi - SP
Contato:

Re: Bancada do Cosme

Mensagempor Adenilson » 06 Nov 2015 10:58

cosme escreveu:
Sem contar que olhar essa bancada todas as vezes que entro no espaço já dá aquele ânimo para se começar os trabalhos :grin:

[]s
Cosme


sempre bato nesta tecla quando me dizem que "perco" muito tempo em fazer coisas para a oficina.. quando mais bonita e agradavel, mas vontade eu tenho de ficar la dentro.. kkk

e olha que as minhas coisas nao chegam nem aos pés desta bancada.
Viver! E não ter a vergonha De ser feliz
Cantar e cantar e cantar A beleza de ser Um eterno aprendiz...
---------------------------------------------------

http://www.discipulodocarpinteiro.blogspot.com.br
Avatar do usuário
cosme
Mensagens: 885
Registrado em: 05 Jan 2015 23:47
Localização: Petrópolis [RJ]
Contato:

Re: Bancada do Cosme

Mensagempor cosme » 06 Nov 2015 13:19

Pedro Fritsch escreveu:A minha bancada tem mais de 60 anos, feita de angico (por meu pai),
aguenta o tranco.

Um valor inestimável e insubstituível por qualquer outra bancada.

Adenilson escreveu:sempre bato nesta tecla quando me dizem que "perco" muito tempo em fazer coisas para a oficina.. quando mais bonita e agradavel, mas vontade eu tenho de ficar la dentro.. kkk

Sem dúvida, o contexto do ambiente faz muita diferença. A arrumação do espaço, a luz, o conforto em operar as máquinas, ferramentas, acessórios e etc, o som ambiente e por ai vai. Muitas vezes eu gosto de trabalhar com uma musiquinha, normalmente um Jazz ou Bossa. Tudo isso faz muita diferença.
No mais, é uma oportunidade de se treinar o resultado final que se gostaria de imprimir em um móvel social, digamos assim.

[]s
Cosme
http://ricardocosme.com

"If you're going to do it, do it well."
-- Frank Klausz

Voltar para “Bancadas”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes