Economia de Otário III

Off topics, astrologia, metafisica, física, educação física, matemática, charadas, História, histórias, borboletas... Qualquer coisa que possa lhe parecer interessante mas que não se adeque aos tópicos existentes.

Threads persistentes poderão gerar sub-fóruns e, eventualmente, ir ocupar uma peça na casa. Postagens impertinentes poderão ser deletadas.
Avatar do usuário
fguido
Mensagens: 3649
Registrado em: 12 Jun 2011 19:56
Localização: Rio das Ostras - Rio de Janeiro
Contato:

Economia de Otário III

Mensagempor fguido » 24 Fev 2016 06:37

Com o intuito de comentar e apenas isso, sem querer ofender quem pensa de outra forma,
mas outra conclusão que cheguei à alguns dias atrás.

Um roupeiro com aproximadamente 3m x 2m, feito em mdf de 15 mm, padrão amadeirado,eu cobro a preço final em torno de R$ 6500,00, utilizando mdf da marca Duratex eu pago em coisa de uns R$ 30,00 a mais por chapa o que se usasse de marcas mais baratas eu economizaria nesse roupeiro cerca R$ 90,00. O objetivo de usar essa marca é que ela fabrica suas chapas em eucalipto, o que as torna mais resistente a entorces do que outras marcas que utilizam mistura de eucalipto e pinnus ou apenas pinnus.
Sempre utilizei dobradicas tipo caneco que aqui me custam em torno de R$ 2,90, essas dobradicas são mais frágeis, mais difíceis de soltar no caso de um ajuste de uma porta e não possuem fechamento automatico(o que ajuda a manter a porta fechada no caso de desnível do piso), gasto em média 30 por roupeiro desse tamanho. Utilizando a dobradiça caneco tipo click(mais robusta, com avanço automático e que posso retirar ou colocar uma porta com apenas um click, pois elas tem engate rápido) eu gasto praticamente o dobro, ou seja, deixo de economizar também em torno de R$ 90,00.

Ou seja já vão R$ 180,00 que gasto a mais na execução desse roupeiro.

Considerando que na planilha de custo que criei para calcular meu custo real(aqui considero desde a a compra do material até a entrega do móvel pronto, passando por frete, insumos fiscais, hora homem de ajudante, desgaste equipamento, numero de horas gastas com energia elétrica na execução do móvel.....) já prevê esse gasto adicional, eu não estou gastando a mais ou a menos, porque eu primeiro calculo meu custo real e depois jogo uma margem de lucro mínima que considero ideal (no mínimo 100%).

O que ganho com isso? Pois meus concorrentes utilizam marcas e materiais mais baratos?
* Ganho na qualidade final do meu produto
* Ganho quando não preciso ser chamado no cliente para dar manutenção em uma dobradiça que emperrou ou estourou
* Ganho quando não preciso ir trocar uma porta que empenou devido a fragilidade do material
* quando não terei mais custos adicionais depois de já ter recebido o pagamento do móvel (gasolina, tempo, desgaste, imagem negativa.....)

O que posso perder gastando esses R$ 180,00 a mais?
* posso perder a concorrência quando um marceneiro que trabalha com materiais mais baratos oferece um preço inferior ao meu
* posso ganhar a fama de careiro
* posso ainda ser denegrido por algum colega de profissão exatamente devido ao meu preço final

Bom! Minha conclusão, prefiro não economizar esses R$ 180,00 e ganhar em qualidade final, confiabilidade e satisfação do cliente.
E ouvir frase do tipo, "... o seu está mais caro, porém vi a qualidade e vou fazer com você...."

Outra economia que decidi não fazer.
Nada no mundo é mais perigoso que a ignorância sincera e a estupidez consciente
Martin Luther King Jr
Quer outra frase legal? - "... uma das coisas mais perigosas do mundo é um ignorante com inciativa....Mário Sérgio Cortella
Avatar do usuário
cosme
Mensagens: 855
Registrado em: 05 Jan 2015 23:47
Localização: Petrópolis [RJ]
Contato:

Re: Economia de Otário III

Mensagempor cosme » 24 Fev 2016 09:07

Caramba, uma certa aula sobre análise de custos de um móvel, inclusive com valores absolutos.
Particularmente de acordo com a linha seguida. Extremamente frustrante, creio que para a maioria inclusive, adquirir um monstro (no bom sentido, claro) de 3 x 2m que não dura o mínimo desejável...
http://ricardocosme.com

"If you're going to do it, do it well."
-- Frank Klausz
Avatar do usuário
fguido
Mensagens: 3649
Registrado em: 12 Jun 2011 19:56
Localização: Rio das Ostras - Rio de Janeiro
Contato:

Re: Economia de Otário III

Mensagempor fguido » 24 Fev 2016 13:12

A regra básica que 90% dos marceneiros que conheço aplicam é a seguinte:
"Pega-se o custo do material, multiplica-se por 3 e tem-se o preço final de venda

Certo? :shock:
Nem sempre.

Outro dia eu estava conversando com um amigo merceneiro enquanto eu fazia um balcão para uma pia de cozinha o qual eu estava cobrando R$ 1250,00 ( estava cobrando barato porque já tinha material sobrando que estava aproveitando).

Perguntei para meu amigo - Quanto vc cobraria por esse armário? Ele fez uns cálculos e falou, R$ 600,00.

Ai eu propus, calcular o custo real, (frete, horas de máquinas, depreciação, parafuso, fita, cola.......) para espanto dele (e não meu) o custo final era de R$ 750,00, ou seja ele estava pagando R$ 150,00 para fazer um armário pro cliente.

Ai ele esperneou, não aceitou meu cálculo e disse que eu era maluco por cobrar assim,.... bom..... não posso prever o futuro, mas exemplos assim é que fazem empresas abrir e fechar diariamente, e o problema que esses caras que cobram seiscentão o m2 acabam sujando o mercado e tomando muitos serviços. E aí eu até entendo porque as grandes marcas cobram preços considerados absurdos, pois os custos deles são bem amiores que os meus.

Durma-se com um barulho desses.....
Nada no mundo é mais perigoso que a ignorância sincera e a estupidez consciente
Martin Luther King Jr
Quer outra frase legal? - "... uma das coisas mais perigosas do mundo é um ignorante com inciativa....Mário Sérgio Cortella

Voltar para “O Mais”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes