Ferramentas on-line que eu não conhecia

Aponte quem lhe tratou bem, ofereceu bom catálogo, bons servicos e preços, ou quem lhe maltratou, desrespeitou seus direitos, ludibriou sua boa-fé.
ELCIO
Mensagens: 520
Registrado em: 29 Nov 2015 10:18

Re: Ferramentas on-line que eu não conhecia

Mensagempor ELCIO » 12 Ago 2016 18:59

Eu estou aqui e "gostando" do papo sobre os custos/lucro/impostos. Acho muito bom ver os colegas trocando experiências e ideias sobre os motivos pelos quais quase tudo no Brasil que é manufaturado, é mais caro que no exterior.
Acho também, e aí é impossível não falar em política, que pelo caminho que estamos trilhando (infelizmente) a coisa não vai mudar.
Há inúmeras causas para justificar/contribuir para isso, mas o governo interino parece que vai atacar onde não deveria. Só se fala em aumentar impostos e/ou reduzir direitos sociais e trabalhistas.
Quase ninguém fala (e a imprensa criminosamente se omite), sobre áreas que TODOS CONCORDAM QUE HÁ regalias demais (muitos Ministérios, muitos deputados, senadores, etc.......) e em quase todo lugar, seja em nível federal, estadual e municipal.
Triste ver isso, há muitos anos e olhar para o futuro e não ver nada melhorar.
Como se diz no ditado popular: "É muito cacique para pouco índio".
Desculpem se acabei sendo um pouco depressivo e aqui não é lugar para isso, mas já "tô cheio até a tampa" de tanta coisa errada. Gosto muito do Brasil, mas tem hora que desanima. :angry-banghead:
Avatar do usuário
cosme
Mensagens: 885
Registrado em: 05 Jan 2015 23:47
Localização: Petrópolis [RJ]
Contato:

Re: Ferramentas on-line que eu não conhecia

Mensagempor cosme » 12 Ago 2016 20:54

ESSANCHES escreveu:
cosme escreveu:.......talvez pior é receber uma "culpa" que não lhe pertence, afinal de contas, a conta tem que fechar e loja não é instituto filantrópico, e neste sentido, se considerarmos o custo do frete para cruzar o oceano, a desvalorização da nossa moeda e a carga de impostos... :?


Sera Cosme?

A minha colocação se restringiu ao mercado de ferramentas para marcenaria. O mercado de automóveis no Brasil me parece bem singular. Até onde sei temos um dos maiores mercados do mundo, afinal de contas é difícil não usar carro em diversas situações, a contar por mim que moro no interior porém trabalho na metrópole. Há muito protecionismo no nosso mercado e a carga tributária é elevada. Imposto devido ao produzir, contratar (mão-de-obra) e lucrar. Regular mercado, Emerson, é uma das práticas que me parece de mais alto risco, isso para não dizer que é uma atitude que beira a prepotência. Eu não sou economista, portanto são colocações de um leigo, que isso fique claro.

Independente da margem de lucro, e de como se precifica, as três variáveis que coloquei no texto inicial são inescapáveis... Colocar na ponta do lápis a aquisição de uma mera ferramenta manual é uma forma ingênua porém demonstrativa do tamanho do desafio do lojista. E que se considere o mercado de nicho, o impacto disto sobre a margem de lucro.

ESSANCHES escreveu:Será mesmo que o empresario brasileiro pode colocar tudo nas costas do "custo Brasil"?

Será que os valores praticados aqui tem um percentual do custo Brasil, mas sera que a margem de lucro exorbitante que nossas empresas querer praticar não contribui com uma grande parcela de culpa nisso?

Na industria automobilisca ja esta comprovado que a margem de lucro no Brasil é a maior do mundo todo, mas brasileiro paga, enquanto pagarmos, eles vao vender com esse preço. Se consigo vender por 10 porque venderia por 4?

Precificar não me parece nada trivial porque envolve variáveis complexas. Não é somente olhar para o custo de produção e aplicar margem. Como comportar no preço a arte do produto, quando existente? Durabilidade do produto? E por ai vai.

Veja, como mero espectador de quinta categoria economicamente, acompanhei (acompanhamos!) pelos jornais a crise do mercado de automóveis na ponta. Quedas de dois dígitos nas vendas, que arrefecem a produção e que por sua vez criam instabilidade nos empregos das fábricas. Isso ocorre, se não me engano, desde 2014. Os preços do automóveis subiram... O governo retirou alguns incentivos para tentar contribuir no balanço fiscal. Os custos aumentaram. Vide energia elétrica. Pergunto-me: se houvesse tanta margem (exorbitante) será mesmo que a cadeia ficaria tão inerte assim neste período de vacas magras? Talvez esperando um possível apocalipse antes de jogar as cartas na mesa :?:
Mesmo assim, a margem de lucro vai depender do mercado, e nós temos o nosso, com suas marcas singulares. Sim, pressiona daqui e libera dali pode cair algo, mas não creio que na ordem do que se espera em se tratando somente de margem de lucro.

Formaggio escreveu:Reduzir os lucros ninguém quer.

Nem salário. Não há mágica, a conta sempre tem que fechar, caso contrário, hm, digamos que um bom exemplo é o que vivemos hoje.
Ah sim, o custo da mão-de-obra certamente entra na conta.
http://ricardocosme.com

"If you're going to do it, do it well."
-- Frank Klausz
Avatar do usuário
gauderio
Mensagens: 808
Registrado em: 17 Jun 2011 22:48
Localização: santa cruz do sul rs

Re: Ferramentas on-line que eu não conhecia

Mensagempor gauderio » 14 Ago 2016 15:06

Com muito respeito Adenilsom,
mas conforme escrita tua: :angry-tappingfoot: :angry-tappingfoot:


Falo isso por que trabalho com Softer para automação comercial e industrial, se o programa não contemplar a possibilidade de ter 2 empresas (real e fiscal) é quase impossível de negociar :bbr: :bbr:


Mas agindo dessa forma não estamos estruturando o Inimigo? :angry-banghead: :angry-banghead:


Abraços.
O importante não é ver o que ninguém nunca viu,
mas sim,
pensar o que ninguém nunca pensou sobre algo que todo mundo vê.

Schopenhauer

Voltar para “Locais para Compras”

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante